quinta-feira, 28 de abril de 2016

O ENGODO DOS DEZ MANDAMENTOS


Nação se levantará contra nação, e reino contra reino. Haverá terremotos em vários lugares e também fomes. Essas coisas são o início das dores. Marcos 13:8

Leia e comprove nossa argumentação comprobatória.
Engodo aqui, significa uma enganação. Queremos demonstrar para o leitor que os Dez Mandamentos, é uma composição ardilosa, arrumada para dominar a mente humana, nos escravizando a um programa religioso, cuja finalidade por trás das aparências, traz consigo o fratricídio universal Sofonias 3:8
Segundo nos informa a religião, Deus nos deu Dez Mandamentos. O que é uma mentira. Um ser com poderes sobrenaturais, se dizendo deus, apareceu a Moisés, legislador do povo Israelita e lhes deu, em duas tábuas de pedra, vários mandamentos, dos quais, os principais eram: uma ordem que os israelitas destruíssem os demais povos da terra; e, que  de maneira alguma, se misturassem a eles.
Vejamos as palavras da divindade:  "Disse o Senhor a Moisés: Talhe duas tábuas de pedra semelhantes às primeiras, e nelas escreverei as palavras que estavam nas primeiras tábuas que você quebrou. Êxodo 34:1; Esteja pronto pela manhã para subir ao monte Sinai. E lá mesmo, no alto do monte, apresente-se a mim. Ninguém poderá ir com você nem ficar em lugar algum do monte; nem mesmo ovelhas e bois deverão pastar diante do monte". Êxodo 34:2,3; Imediatamente Moisés prostrou-se, rosto em terra, e o adorou, dizendo: Senhor, se de fato me aceitas com agrado, acompanha-nos o Senhor. Mesmo sendo esse um povo obstinado, perdoa a nossa maldade e o nosso pecado e faze de nós a tua herança.Êxodo 34:8,9; Faço com vocês uma aliança, disse o Senhor. Diante de todo o seu povo farei maravilhas jamais realizadas na presença de nenhum outro povo do mundo. O povo no meio do qual você habita verá a obra maravilhosa que eu, o Senhor, farei. Obedeça às ordens que hoje lhe dou. Expulsarei de diante de você os amorreus, os cananeus, os hititas, os ferezeus, os heveus e os jebuseus." Êxodo 34:10,11.
Veja o  leitor  a camuflagem que sofreu o parágrafo Êxodo 34:11 (Expulsarei de diante de você os amorreus, os cananeus, os hititas, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Êxodo 34:10,11); Na verdade, a palavra não era que Jeová iria expulsar e sim que os israelitas deveriam exterminar esses povos.
Então, o primeiro mandamento que estava registrado nas pedras talhadas por Moisés era o seguinte: Os povos vizinhos deveriam ser completamente exterminados e os demais povos deveriam ser escravizados. Vejamos as palavras escritas nas pedras: "Nas cidades das nações que o Senhor, o seu Deus, lhes dá por herança, não deixem vivo nenhuma alma. Conforme a ordem do Senhor, o seu Deus, destruam totalmente os hititas, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus." Deuteronômio 20:16,17. Esse era o primeiro mandamento.  
Seguia-se a este primeiro mandamento,   a determinação que os outros povos que não os vizinhos deveriam ser escravizados: "Quando vocês avançarem para atacar uma cidade, enviem-lhe primeiro uma proposta de paz. Se os seus habitantes aceitarem, e abrirem suas portas, serão seus escravos e se sujeitarão a trabalhos forçados. Mas se eles recusarem a paz e entrarem em guerra contra vocês, sitiem a cidade. Quando o Senhor, o seu Deus, entregá-la em suas mãos, matem ao fio da espada todos os homens que nela houver. Mas as mulheres, as crianças, os rebanhos e tudo o que acharem na cidade, será de vocês; vocês poderão ficar com os despojos dos seus inimigos dados pelo Senhor, o seu Deus. É assim que vocês tratarão todas as cidades distantes que não pertencem às nações vizinhas de vocês. Contudo, nas cidades das nações que o Senhor, o seu Deus, lhes dá por herança, não deixem vivo nenhuma alma. Deuteronômio 20:10-16.
O leitor compreendeu. O primeiro mandamento da Lei do deus dos israelitas era matar todos os povos vizinhos e os demais povos escravizá-los. Ficou claro? Se você duvida, leia o livro de Josué e verá que eles cumpriram este mandamento ao pé da letra.  Veja: Assim feriu Josué toda aquela terra, as montanhas, o sul, e as campinas, e as descidas das águas, e a todos os seus reis; nada deixou; mas tudo o que tinha fôlego destruiu, como ordenara o Senhor Deus de Israel.Josué 10:40.
O segundo mandamento, da Lei do deus dos israelitas era uma severa determinação de racismo, de que, de nenhuma maneira eles poderiam se misturar aos outros povos.  
Vejamos a determinação:  "Acautele-se para não fazer acordo com aqueles que vivem na terra para a qual você está indo, pois eles se tornariam uma armadilha. Pelo contrário, derrube os altares deles, quebre as suas colunas sagradas e corte os seus postes sagrados. Nunca adore nenhum outro deus, porque o Senhor, cujo nome é Zeloso, é de fato Deus zeloso. Acautele-se para não fazer acordo com aqueles que já vivem na terra; pois quando eles se prostituírem, seguindo aos seus deuses e lhes oferecerem sacrifícios, convidarão você e poderão levá-lo a comer dos seus sacrifícios e escolher para os seus filhos mulheres dentre as filhas deles. Quando elas se prostituírem, seguindo aos seus deuses, poderão levar os seus filhos a se prostituírem também." Êxodo 34:12-16;
Ou seja, os israelitas jamais poderiam se casar com os seus semelhantes de outras nações, os quais deveriam ou morrer ou serem escravizados Êxodo 34:12-16Josué 23:11-13.
O terceiro mandamento do deus dos israelitas era: "Não faça ídolos de metal para você." Êxodo 34:17 .
E os demais mandamentos que estavam registrados nas pedras de Moisés eram: "Celebre a festa dos pães sem fermento. Durante sete dias coma pão sem fermento, como lhe ordenei. Faça isso no tempo certo, no mês de abibe, porquanto naquele mês você saiu do Egito". "O primeiro a nascer de cada ventre me pertence, todos os machos dentre as primeiras crias dos seus rebanhos: bezerros, cordeiros e cabritos. Resgate com um cordeiro cada primeiro jumentinho que nascer; mas se não o resgatar, quebre-lhe o pescoço. Resgate todos os seus primogênitos". "Ninguém compareça perante mim de mãos vazias".Êxodo 34:18-20;
"Trabalhe seis dias, mas descanse no sétimo; tanto na época de arar como na da colheita".  "Celebre a festa das semanas, na ocasião dos primeiros frutos da colheita do trigo, e a festa do encerramento da colheita, no fim do ano. Três vezes por ano todos os homens do seu povo comparecerão diante do Soberano Senhor, o Deus de Israel". Êxodo 34:21-23.
"Expulsarei nações de diante de você e ampliarei o seu território. Quando você subir três vezes por ano para apresentar-se ao Senhor, o seu Deus, ninguém cobiçará a sua terra". "Não me ofereça o sangue de nenhum sacrifício misturado com algo fermentado, e não deixe sobra alguma do sacrifício da festa da Páscoa até a manhã seguinte". "Traga o melhor dos primeiros frutos da terra ao santuário do Senhor, o seu Deus. Não cozinhe o cabrito no leite da própria mãe." Êxodo 34:24-26;
"Disse o Senhor a Moisés: "Escreva essas palavras; porque é de acordo com elas que faço aliança com você e com Israel". Moisés ficou ali com o Senhor quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão e sem beber água. E escreveu nas tábuas as palavras da aliança: (os Dez Mandamentos), ( ou seja, os mandamentos que vimos acima, totalmente diferente das palavras que conhecemos hoje). Ao descer do monte Sinai com as duas tábuas da aliança nas mãos, Moisés não sabia que o seu rosto resplandecia por ter conversado com o Senhor. Êxodo 34:27-29;
Quando Arão e todos os israelitas viram Moisés, com o rosto resplandecente, tiveram medo de aproximar-se dele. Ele, porém, os chamou; Arão e os líderes da comunidade atenderam, e Moisés falou com eles. Depois, todos os israelitas se aproximaram, e ele lhes transmitiu todos os mandamentos que o Senhor lhe tinha dado no monte Sinai. Quando acabou de falar com eles, cobriu o rosto com um véu. Mas toda vez que entrava para estar na presença do Senhor e falar com ele, tirava o véu até sair. Sempre que saía e contava aos israelitas tudo o que lhe havia sido ordenado, eles viam que o seu rosto resplandecia. Então, de novo Moisés cobria o rosto com o véu até entrar de novo para falar com o Senhor. Êxodo 34:30-35.
Portanto, os dez mandamentos que o judaísmo propagou para a humanidade é uma enganação. Os mandamentos que estavam registrados nas pedras talhadas por Moisés, só diziam respeito ao povo israelita. Os demais povos deveriam ser ou mortos ou escravizados como coisa. Prova disso foi que os israelitas cumpriram religiosamente a ordem recebida. Veja: Assim Josué conquistou a região toda, incluindo a serra central, o Neguebe, as encostas e as vertentes, e derrotou todos os seus reis, sem deixar sobrevivente algum. Exterminou tudo o que respirava, conforme o Senhor, o Deus de Israel, tinha ordenado. Josué 10:40.  Mas e o mandamento não matarás? Antes de responder a essa pergunta, quero que você leitor, comprove o segundo mandamento, que estava nas pedras lavradas por Moisés e escritas pelo dedo do deus israelita Êxodo 31:18.
O segundo mandamento era que os israelitas jamais poderiam se misturar aos outros povos.  Aqui requer sabedoria para entender. Outros povos eram qualquer povo do lugar onde eles pisassem, que se não fossem mortos, porque se submeteram a eles, estes deveriam  ser mantidos como escravos. Porque os povos próximos deveriam ser totalmente exterminados nestes termos: "Contudo, nas cidades das nações que o Senhor, o seu Deus, lhes dá por herança, não deixem vivo nenhuma alma". Deuteronômio 20:10-16.
Portanto, o segundo mandamento era que os israelitas não poderiam se casar com os seres humanos das outras nações mundiais, os quais ou seriam mortos pelos israelitas, ou se mantidos vivos,  seriam escravos. "É assim que vocês tratarão todas as cidades distantes que não pertencem às nações vizinhas de vocês. Contudo, nas cidades das nações que o Senhor, o seu Deus, lhes dá por herança, não deixem vivo nenhuma alma. Deuteronômio 20:10-16.
"Se, todavia, vocês se afastarem e se aliarem aos sobreviventes dessas nações que restam no meio de vocês, e se casarem com eles e se associarem com eles, estejam certos de que o Senhor, o seu Deus, já não expulsará essas nações de diante de vocês. Ao contrário, elas se tornarão armadilhas e laços para vocês, chicote em suas costas e espinhos em seus olhos, até que vocês desapareçam desta boa terra que o Senhor, o seu Deus, deu a vocês." Josué 23:12,13.
Portanto, o  projeto de Jeová, sempre foi que os israelitas dominassem todo lugar onde eles pisassem. "Como prometi a Moisés, todo lugar onde puserem os pés eu darei a vocês. Josué 1:3". Como poderia Jeová obrigá-los a ocupar todo o planeta e porque não dizer, a galáxia e o universo?  Para conseguir este feito, Jeová passou astuciosamente, a acusá-los de falharem no cumprimento do primeiro e do segundo mandamento, que acabamos de comentar Juízes 3:3-10.
No entanto, Jeová deixa visível que o castigo é temporário. Veja: "Quando todas essas bênçãos e maldições que coloquei diante de vocês lhes sobrevierem, e elas os atingirem onde quer que o Senhor, o seu Deus, os dispersar entre as nações,e quando vocês e os seus filhos voltarem para o Senhor, para o seu Deus, e lhe obedecerem de todo o coração e de toda a alma, de acordo com tudo o que hoje lhes ordeno, então o Senhor, o seu Deus, lhes trará restauração e terá compaixão de vocês e os reunirá novamente de todas as nações por onde os tiver espalhado. Mesmo que tenham sido levados para a terra mais distante debaixo do céu, de lá o Senhor, o seu Deus, os reunirá e os trará de volta. Deuteronômio 30:1-4.
Portanto, tudo está exatamente como Jeová planejou. Ele manipulou os israelitas, alegando que eles erraram, ou porque não mataram os outros povos, ou porque se uniram a eles, através do casamento. Exatamente porque o objetivo de Jeová é a dominação total, de todos os lugares, onde os israelitas pisarem. E como eles foram espalhados por toda a Terra, então, toda a terra é deles e por sua vez, de Jeová que os pastorea Êxodo 19:5
Mas e os Dez mandamentos? Não houve dez mandamentos.  Existiram centenas de mandamentos, que só valiam para a convivência dos israelitas. Dessas centenas de mandamentos para convivência entre eles, foi que  engendraram, inventaram os Dez Mandamentos, para que se pudessem dizer que valiam indiscriminadamente a todas as nações. Porém isso é um embuste, uma farsa, uma enganação. Uma forma de manter o judaísmo como religião universal. Uma astúcia para inserir os israelitas espalhados por toda humanidade. Mesmo assim, foram  vária as vezes, na história da humanidade, de Moisés até aqui, que tiveram suas determinações reveladas, por outras nações, sofrendo por isso todo tipo de perseguição.
Quanto aos Dez Mandamentos,  é bem fácil de você leitor perceber esta farsa: Ora, se o mandamento era não matarás? Como eles poderiam cumprir o primeiro mandamento que era matar todos os povos do lugar e escravizar os distantes? "Nas cidades das nações que o Senhor, o seu Deus, lhes dá por herança, não deixem vivo nenhuma alma. Conforme a ordem do Senhor, o seu Deus, destruam totalmente os hititas, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus." Deuteronômio 20:16,17 e Deuteronômio 20:10-16.
Todo este engodo, este engano foi esclarecido por Jesus Cristo, porém os apóstolos, com a morte e ressurreição de Jesus, com exceção do apóstolo Paulo, retornaram as práticas do judaísmo e misturaram o Antigo Testamento ao Novo Testamento, tornando a pessoa de Jesus, a mesma pessoa de Jeová, uma aberração, que esclarecemos em várias outras revelações que antecederam a esta.
Bem, veja o que afirmou  Jesus Cristo, que está em coerência com seu testemunho de morte e ressurreição:
Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.
Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus Mateus 5:43,44.

O versículo "Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mateus 5:43. Este versículo é uma denúncia de Jesus Cristo, que desmascara, revela todo engodo, toda farsa existente nas escrituras ditas sagradas Colossenses 2:13-17.
Os mandamentos de Jeová, todos, visavam apenas a convivência dos israelitas entre si. Mesmo porque, a ordem era exterminar as outras nações.
Por isso perguntou o mestre da lei a Jesus Cristo, mas quem é meu próximo?   
"O que está escrito na Lei? ", respondeu Jesus. "Como você a lê? "
Ele respondeu: " ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’".Disse Jesus: "Você respondeu corretamente. Faça isso, e viverá". Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: "E quem é o meu próximo? "Lucas 10:26-29.

Então, Jesus Cristo contou a parábola do Bom Samaritano, para confirmar o   verdadeiro mandamento da Lei de Deus Pai, dizendo, que próximo é toda pessoa que precisa de nós, ou vice versa, seja ela amigo ou inimigo. "Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus Mateus 5:43,44".
Assunto que tratamos nesta revelação:
Apenas esta afirmação de Jesus Cristo, já bastaria para abolir, todo o Antigo Testamento, mas nós iremos mais além.
Você certamente vai dizer: Jesus confirmou os dez mandamentos. E vai citar esta declaração, como se de Jesus fosse: "Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. Digo-lhes a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra. Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus. Mateus 5:17-19;
Vamos provar para você, que estas afirmações não foram feitas por Jesus Cristo e sim pelos apóstolos judaizados.
Vejamos o que disse o apóstolo Paulo pelo poder do Espírito Santo de Jesus Cristo( Gálatas1:12) :
Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens. Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração. 2 Coríntios 3:2,3; E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória, Como não será de maior glória o ministério do Espírito? Porque, se o ministério da condenação foi glorioso, muito excederá em glória o ministério da justiça. 2 Coríntios 3:7-9; E não somos como Moisés, que punha um véu sobre a sua face, para que os filhos de Israel não olhassem firmemente para o fim daquilo que era transitório. Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido  2 Coríntios 3:13,14.
Então, ao abolir o Antigo Testamento, o que fez Jesus Cristo, com os Dez Mandamentos? Jesus reformulou os Dez Mandamentos, tornando o que era uma farsa, numa Lei verdadeira e universal, com validade para todos as nações.
Portanto, dito isso, agora sim: "Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus. Mateus 5:17-19".
Com esta afirmação, Jesus Cristo está se referindo aos mandamentos por Ele reformulados nestes termos: "Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, e ‘quem matar estará sujeito a julgamento’.
Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. Também, qualquer que disser a seu irmão: ‘Racá’, será levado ao tribunal. E qualquer que disser: ‘Louco! ’, corre o risco de ir para o fogo do inferno. Mateus 5:21,22. (Aqui algumas escrituras trazem a expressão "sem motivo" o que é uma enganação dos judaizados; assim como a expressão "corre o risco" não é verdadeira, Jesus disse que  aquele que chamasse seu irmão de louco iria para o inferno mesmo.) Assunto tratado em nossa Revelação (http://joaojoaquimm.blogspot.com.br/2012/05/ministerio-da-morte-do-at-em-oposicao.html ).

Então, está claro, que o mandamento Não Matarás, bem como todos os demais  mandamentos, previsto nas escrituras do judaísmo, que na verdade são centenas, só valem para os israelitas, porque as outras nações deveriam e devem ser por eles, exterminadas.
Mas e a expressão que dizem que Jesus declarou: "Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. Digo-lhes a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra." Mateus 5:17,18.
Esta expressão está óbvio, que foi colocação apostólica, para tornar Jesus Cristo a mesma pessoa de Jeová. Porque veja  o leitor, o próprio Jesus Cristo, como vimos, aboliu a Lei e os Profetas, na medida que Ele afirmou: Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Mateus 5:44.
Ora, a Lei e os profetas do Antigo Testamento se você ler, está completamente de acordo com a afirmação de Jesus Cristo: Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Mateus 5:43; Esta determinação  se materializa, em cada morte, ocorrida em nome de Jeová, no Velho Testamento, nestes termos: "O Deus eterno é a tua habitação, e por baixo estão os braços eternos; e ele lançará o inimigo de diante de ti, e dirá: Destrói-o." Deuteronômio 33:27
Além disso, o Velho Testamento e de certa forma o Novo Testamento, porque tirando o Testemunho de Jesus Cristo e a parte que o Espírito Santo da Verdade repassou ao apóstolo Paulo, todo o restante é uma extensão do Antigo Testamento, que está completamente comprometido com a ordem de Jeová de que os israelitas deveriam e devem exterminar todas as outras nações; Por isso, os profetas lhes prescreveram  castigos por não cumprirem esta determinação; Assim como os profetas, lhes fazem previsão, de que se voltarem a cumprir o determinado por Jeová, após sofrerem os castigos, dominarão a Terra.  Mas o objetivo final de Jeová é:  Hei de consumir por completo tudo de sobre a terra, diz o Senhor.Consumirei os homens e os animais, consumirei as aves do céu, e os peixes do mar, e os tropeços juntamente com os ímpios; e exterminarei os homens de sobre a terra, diz o Senhor.Sofonias 1:2,3; De todo cambaleará a terra como o ébrio, e será movida e removida como a choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e cairá, e nunca mais se levantará.Isaías 24:17-20.
Portanto, destruir completamente o planeta Terra é o propósito final de Jeová, no entanto, antes de atingir seu objetivo final virá pessoalmente infernizar a vida dos israelitas como jura: "Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que com mão forte, e com braço estendido, e com indignação derramada, hei de reinar sobre vós. E vos tirarei dentre os povos, e vos congregarei das terras nas quais andais espalhados, com mão forte, e com braço estendido, e com indignação derramada.E vos levarei ao deserto dos povos; e ali face a face entrarei em juízo convosco; Como entrei em juízo com vossos pais, no deserto da terra do Egito, assim entrarei em juízo convosco, diz o Senhor DEUS. Ezequiel 20:33-36".  
Bem, não chegamos esta compreensão por nós mesmos   é por Cristo que temos tal confiança em Deus; Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus, "O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica." 2 Coríntios 3:4-6.
Deste modo,  movidos pela força do Espírito Santo de Jesus Cristo é que falamos: "O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós." João 14:17.  
De quem é que estamos falando então?  Estamos falando de Jeová, o Diabo, o  Imperador da Morte, de quem Jesus Cristo veio nos libertar pois, "visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele (Jesus Cristo) participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo; E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão." Hebreus 2:14,15.
Porque Jesus Cristo afirmou que Jeová é o Imperador da Morte, o diabo? Porque Ele mesmo assim se definiu: "Vede agora que eu, eu o sou, e mais nenhum deus há além de mim; eu mato, e eu faço viver; eu firo, e eu saro, e ninguém há que escape da minha mão. Porque levantarei a minha mão aos céus, e direi: Eu vivo para sempre. Se eu afiar a minha espada reluzente, e se a minha mão travar o juízo, retribuirei a vingança sobre os meus adversários, e recompensarei aos que me odeiam. Embriagarei as minhas setas de sangue, e a minha espada comerá carne; do sangue dos mortos e dos prisioneiros, desde a cabeça, haverá vinganças do inimigo". Deuteronômio 32:39-42;Apocalipse 19:11-18Isaías 63:1-6; Ezequiel 38:18-23.
E por ser o Imperador da Morte, assim definiu Jesus Cristo a Jeová, o Diabo, quando discursou para seus seguidores israelitas, por sinal, conterrâneos e coirmãos (João 7:5) de Jesus Cristo: "Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira." João 8:42-44.
Por que declarou Jesus Cristo que Jeová era homicida? Porque, ele desde o gênesis é o Imperador da Morte. Vede agora que eu, eu o sou, e mais nenhum deus há além de mim; eu mato, e eu faço viver; eu firo, e eu saro, e ninguém há que escape da minha mão. Deuteronômio 32:39.
Por que Jesus Cristo declarou Jeová mentiroso? Porque Jeová vem mentindo para todos: judeus e gentios, desde o gênesis; mas comprovadamente quando determinou que o profeta Isaías, assim como o fez o autor do livro do Apocalipse; (compare o texto de Isaías capítulo 6 (seis) com o texto do apocalipse 4(quatro) e verá que ambos os textos tratam do mesmo assunto e finalidade)  ou seja, confundir, enganar, seduzir os seres humanos, para que Jeová possa chegar ao seu objetivo final, que é exterminar a vida no planeta Terra e por fim todo planeta. Veja: "Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim. Então disse ele: Vai, e dize a este povo: Ouvis, de fato, e não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis. Engorda o coração deste povo, e faze-lhe pesados os ouvidos, e fecha-lhe os olhos; para que ele não veja com os seus olhos, e não ouça com os seus ouvidos, nem entenda com o seu coração, nem se converta e seja sarado. Então disse eu: Até quando Senhor? E respondeu: Até que sejam desoladas as cidades e fiquem sem habitantes, e as casas sem moradores, e a terra seja de todo assolada. E o Senhor afaste dela os homens, e no meio da terra seja grande o desamparo. Isaías 6:1-13 ; Apocalipse 4:1-11.
Ora,  se você tem um pouquinho de luz em sua mente, sabe que enganar, confundir, cegar as pessoas para poder levá-las ao extermínio, só pode ser coisa do Diabo.
E foi realmente isso que confirmou Jesus Cristo dizendo: Por isso não podiam crer, então Isaías disse outra vez: Cegou-lhes os olhos, e endureceu-lhes o coração, A fim de que não vejam com os olhos, e compreendam no coração, E se convertam, E eu os cure. Isaías disse isto quando viu a sua glória e falou dele.João 12:39-41.
Quem cegou os nossos  olhos? O diabo. Para que? Para que Jesus Cristo não nos pudesse salvar.
E por que Jesus Cristo o chamou de Pai da Mentira? Porque Jeová se vangloria  de ser o criador da carne: Eu fiz a terra, e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens. Isaías 45:12; Eu fiz a terra, o homem, e os animais que estão sobre a face da terra, com o meu grande poder, e com o meu braço estendido, e a dou a quem é reto aos meus olhos. Jeremias27:5.
Bem, Jesus Cristo definiu o as obras do Diabo, como coisas que para nada servem, se não para causar dor, sofrimento e morte: O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são espírito e vida.

Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. Romanos 8:20-23.
Qual foi a resposta que Jesus Cristo deu a Jeová, o Diabo, Imperador da Morte, quando lhe ofereceu sua glória:  E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo. E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares, tudo será teu. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te para trás de mim, Satanás; porque está escrito: Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás. Lucas 4:5-8;  Mateus 4:8-10.
Portanto, Jesus Cristo declarou o Diabo Pai da Mentira, porque tudo que existe em seu reino morre. Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito. Eclesiastes 1:14; Por isso odiei esta vida, porque a obra que se faz debaixo do sol me era penosa; sim, tudo é vaidade e aflição de espírito.Eclesiastes 2:17; Quanto ao homem, os seus dias são como a erva, como a flor do campo assim floresce. Passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não será mais conhecido.Salmos 103:15,16; Porque toda a carne é como a erva,e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor; 1 Pedro1:24.
Destarte, Jeová, o Diabo, é homicida, mentiroso e Pai da Mentira, mas se os seres humanos não fizerem o que Jesus Cristo determinou em seu Testemunho, a saber: "Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus Mateus 5:44". Todos seremos por Jeová, o Diabo, exterminados, com todo requinte de crueldade previsto nos profetas e no apocalipse.
E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. João 3:19; Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. João 3:36.
Assim sendo, ao comprovarmos a farsa dos Dez Mandamentos, queremos que todos saibam, que revelamos estas verdades agora, justamente porque Jeová, o Diabo, tem certeza, que humanidade entrou no corredor da morte e não conseguirá impedir o fratricídio mundial; como outrora os israelitas não conseguiram, quando: "Assim diz o Senhor Deus de Israel: Cada um ponha a sua espada sobre a sua coxa; e passai e tornai pelo arraial de porta em porta, e mate cada um a seu irmão, e cada um a seu amigo, e cada um a seu vizinho. Êxodo 32:27". Agora a nível de nações, viveremos a mesma sina, sendo que o Moisés de hoje, chama-se: RELIGIÃO.
Em nossas revelações demonstramos toda esta enganação.
Visite nós páginas e prepare-se para conhecer Jeová, pois em breve Ele instalará o inferno na terra. Ai dos que puxam a iniquidade com cordas de vaidade, e o pecado com tirantes de carro! E dizem: Avie-se, e acabe a sua obra, para que a vejamos; e aproxime-se e venha o conselho do Santo de Israel, para que o conheçamos. Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo! Isaías 5:18-20; Ai daqueles que desejam o dia do Senhor! Para que quereis vós este dia do Senhor? Será de trevas e não de luz. É como se um homem fugisse de diante do leão, e se encontrasse com ele o urso; ou como se entrando numa casa, a sua mão encostasse à parede, e fosse mordido por uma cobra. Amós 5:18,19; E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. Apocalipse 9:6. VOCÊ ESTÁ AVISADO.
"Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa". Atos 16:31.
"Por isso, para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro".Filipenses 1:21.
Em Jesus Cristo, graça e paz.
João Joaquim Martins, em 28/04/2016.